Musculação Emagrece?

Você acredita que os exercícios aeróbicos são a melhor alternativa para emagrecer?

Acha que musculação só serve para ganhar músculos, que não é boa para perder gordura?

Pois é! Um dos temas mais controversos na área da atividade física e saúde é o emagrecimento. É um assunto cercado de mitos e paradigmas, muito em função do desespero das pessoas em obterem resultados rápidos e fáceis.

Muitas pessoas costumam dizer que musculação não emagrece, que para emagrecer você precisa fazer exercícios aeróbios. Será que isto é verdade?

Continue lendo esse artigo para entender de uma vez por todas se musculação emagrece mesmo, e se vale a pena trocar os exercícios aeróbicos por ela.

Existe uma crença quase que generalizada que só os exercícios aeróbios emagrecem, e este é um dos paradigmas mais difíceis de serem quebrados.

Aliás, a verdade é que os exercícios aeróbios NÃO são nem sequer a melhor estratégia para quem quer emagrecer.

Essa ideia está enraizada na cabeça das pessoas de uma forma que, não importa o que digamos, elas relutam muito em acreditar nisso. Mas isto será tema de outro post, no qual falarei mais detalhadamente sobre este paradigma dos exercícios aeróbicos para o emagrecimento.

Sobre a pergunta tema deste post, se musculação é eficiente para emagrecer, a resposta é SIM. Aliás, não só emagrece como é uma das melhores alternativas para o emagrecimento, pelos fatores que destacarei a seguir:

ACELERA O METABOLISMO

Uma das razões que torna a musculação tão eficiente para emagrecer, é o fato que ela acelera o metabolismo.

Os músculos são um tecido Metabolismo aceleradocujo custo metabólico para ser mantido vivo é alto. Ou seja, seu corpo gasta calorias apenas para manter as células musculares vivas, mesmo quando não estão em uso no momento.

Quanto mais músculo você tiver no corpo, mais acelerado será o seu metabolismo.

Esta é uma das razões, por exemplo, que faz com que homens tenham mais facilidade em emagrecer do que as mulheres.

Esta também é a razão pela qual o corpo abre mão facilmente daqueles músculos que não estão sendo utilizados. Você já percebeu que quando alguém se torna sedentário, quando fratura e engessa um membro por um tempo, ou até quando fica de cama num hospital, a primeira consequência é a perda de massa muscular?

A lógica do corpo é: se o custo metabólico para manter vivo é alto, e eu não estou usando no momento, então eu posso abrir mão. Lembre-se que, como exposto no post “Porque é tão difícil emagrecer?“, nosso corpo é totalmente otimizado para a economia de energia, por pura e simples estratégia de sobrevivência.

Então, ter mais músculos no corpo vai na contra mão desta tendência, e terá como consequência prática um maior gasto calórico por parte do seu corpo apenas para manter esse tecido muscular extra.

Portanto, esqueça aquela velha máxima de que “primeiro tem que perder para depois ganhar”. Os processos de ganho de massa muscular e perda de gordura são distintos e podem acontecer paralelamente, ou seja, você pode perder gordura ao mesmo tempo que ganha massa muscular.

E, como vou esclarecer no próximo tópico, além do fato de que ter mais músculos no corpo significa ter um metabolismo mais acelerado, o processo de ganho de massa muscular – a hipertrofia em si – induz a queima de gordura!

GANHAR MÚSCULOS (HIPERTROFIA) QUEIMA GORDURA

O processo de ganho de massa muscular, conhecido como hipertrofia, emagrece bastante.Este é o principal fator que faz com que a Hipertrofiamusculação seja tão eficiente para o emagrecimento.

Isto porque a síntese protéica, ou seja, a “fabricação de proteínas” por parte do corpo tem uma demanda energética altíssima!

Ou seja, ao fazer um treino eficiente, que alcançou o objetivo de provocar no corpo os sinais bioquímicos responsáveis por iniciar o processo de construção de músculos, você inicia uma série de reações metabólicas responsáveis por esta hipertrofia, e estas reações metabólicas permanecem por várias horas após o término da sessão de treinamento. A maioria dos estudos fala em 48 a 96 horas.

Ou seja, por todo esse tempo seu corpo estará ocupado fazendo a síntese de proteínas, gastando muitas calorias para isto. E a principal fonte de calorias para estas reações será os depósitos de gordura do corpo; ou seja, seu corpo vai queimar gordura para obter a energia necessária para a construção dos músculos.

Só que para que este processo realmente ocorra, é necessário que o treino tenha a intensidade suficiente para provocar hipertrofia. E aqui cabe outra informação: os exercícios aeróbios, tão defendidos para a queima de gordura, ATRAPALHAM a hipertrofia.

Ou seja, ao fazer musculação e aeróbios ao mesmo tempo, você estará atrapalhando o principal meio pelo qual a musculação emagrece, que é a hipertrofia. A alternativa para este problema é fazer o HIIT.

MAS EU NÃO QUERO FICAR MUSCULOSO(A)

Não precisa ter esse medo.

Para obter os benefícios da musculação para o emagrecimento você não precisa ganhar 20kg de músculos.

Você Gordura x Músculopode treinar para obter o máximo de ganho de massa muscular possível sem medo de alcançar um volume que você considere esteticamente desagradável.

Isto porque o ganho de massa muscular é um processo lento, que ocorrerá através de várias semanas, então você pode ir observando o seu corpo e parar quando achar que alcançou um volume no limite do que você considera razoável. A partir daí, os treinos seriam apenas para manutenção daquilo que já foi conquistado.

Você pode treinar para ganhar 5kg, ou até 10kg de massa muscular sem que isto signifique um volume muito grande.

Isto porque, como você pode ver na figura ao lado, o músculo é muito mais denso do que a gordura. Ou seja, 1kg de músculo ocupa MUITO MENOS espaço do que 1kg de gordura. Então, se você ganhar 1kg de músculo, e perder 1kg de gordura, você vai perceber que mesmo com o seu peso na balança permanecendo o mesmo, suas medidas terão diminuído.

Este medo é mais comum nas mulheres, mas deveria ser justamente o contrário.

Como explicado no post “Mulher pode fazer musculação?“, as mulheres naturalmente tem muito mais dificuldade em ganhar massa muscular do que os homens. Os ganhos nelas são muito mais lentos.

Além disto, o ganho de massa muscular não altera o biotipo delas, ou seja, elas não vão ficar com o corpo masculinizado. Isto ocorre com mulheres que fazem uso de esteróides anabolizantes, que são feitos principalmente a partir da testosterona, o principal hormônio masculino.

É isso. Esqueça de uma vez por todas esse mito de que musculação não emagrece. Ela, juntamente com o HIIT, são os meios mais eficientes para quem deseja emagrecer.

Treine com intensidade, alimente-se corretamente, que os resultados serão uma questão de tempo.

Leia mais: O que é HIIT?

Compartilhe esse post nas suas redes sociais para que mais gente perceba o potencial que a musculação tem para o emagrecimento!

Gostou? Deixe seu comentário!

Compartilhe esse post:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email