Como Perder Gordura Na Barriga

Muita gente adoraria perder gordura na barriga. Ficar livre do pneuzinho, pochetinha, bordinha de catupiry, etc., e ter um abdômen mais chapado.

Ao mesmo tempo quase todo mundo me relata que a maior dificuldade que tem é justamente conseguir perder barriga.

Perder barriga não é só uma questão de estética. A gordura abdominal está estreitamente associada a diabetes, hipertensão, problemas cardiovasculares, e diversos outros problemas de saúde.

E não existem alternativas milagrosas para acabar com ela, seja remédios, suplementos, farinha seca-barriga, cintas modeladoras, cremes, massagens, chás e bla bla bla.

Continue lendo esse artigo para saber quais as estratégias mais eficientes para acabar com a barriguinha.

Por que perder gordura abdominal é tão difícil?

A gordura do abdômen é mais difícil de queimar por diversos fatores, que pra falar de todos eles daria um post só pra isso. Mas vou falar das principais:

Hormônios

Tem questões hormonais envolvidas, como no caso do Cortisol, que é o hormônio do stress, e da Insulina, que é o hormônio que regula o açúcar no sangue. Entre outros hormônios.

No caso do Cortisol, quando ele está muito alto, ele inibe algumas enzimas que queimam gordura abdominal, além de diminuir o metabolismo.

E a insulina é o hormônio que transporta o açúcar do sangue (glicose) e leva para dentro das células. Quando sua alimentação está boa, ela cumpre seu papel levando essa glicose para dentro das células musculares e para o fígado, e nesses dois locais ela é metabolizada.

Mas quando não está, principalmente quando se consome carboidratos de má qualidade (refinados) em excesso, a glicose sanguínea sobe muito rapidamente, e em alta quantidade.

Aí o seu corpo dá uma descarga de insulina, e a glicose excedente é acumulada na forma de gordura, principalmente abdominal. E esse processo vai se repetindo várias vezes ao longo do dia.

Genética

Além das questões hormonais, tem fatores genéticos também. A quantidade de enzimas que “quebram” a gordura abdominal, e de hormônios que favorecem o acúmulo nessa região, varia de pessoa para pessoa.

Anatomia

Tem também o fato que o abdômen está na região central do corpo, no centro de gravidade. Então, naturalmente ele tem preferência de colocar qualquer peso excedente ali, por uma questão de equilíbrio.

Além de tudo isso, ainda tem o fato de que as pessoas adotam as estratégias de treino erradas, como você vai ver nos próximos tópicos.

Estratégias de treino

As estratégias de treino são um fator importantíssimo para se conseguir queimar gordura abdominal.

Mas o que mais vejo é as pessoas insistirem nos mesmos erros, ano após ano. Principalmente os seguintes:

❌ Não é fazendo abdominal que você vai perder barriga

Músculo não queima gordura vizinha a ele, então não adianta fazer exercícios que “pegam” o músculo próximo de onde está a gordura que ela vai ser queimada.

LEIA TAMBÉM: Abdominal Tira Barriga?

❌ Não é fazendo exercícios aeróbicos contínuos

Esse tipo de exercício não é a melhor estratégia para queima de gordura abdominal. Diversos estudos tem demonstrado que eles até dão um bom resultado nas primeiras duas ou 3 semanas, mas depois tende a estagnar.

✅O que fazer então?

Exercícios curtos e intensos, que causam grande impacto no metabolismo, são os mais eficientes para queima de gordura abdominal.

Entre eles estão a musculação e o HIIT.

A musculação é excelente para perda de gordura, inclusive abdominal. Um estudo recente mostrou que a queima de gordura abdominal aumenta em até 136% em mulheres após uma sessão intensa de musculação!

O HIIT também é extremamente eficaz para isso. Em outro estudo recente mulheres perderam até 7,5 cm de cintura em 6 semanas com um protocolo de HIIT.

E se combinar os dois então, aí mesmo que a coisa fica boa: a queima de gordura fica até 7x maior!

Estas são as estratégias que uso no meu método exclusivo Turbina Metabólica, no qual todos os meus programas de treino são baseados.

Portanto, se você quer perder gordura abdominal não tem jeito: precisa se alimentar melhor e treinar do jeito certo.

Quer diminuir de 2 a 10 cm de abdômen, até mesmo se já for mamãe e tiver diástase? Clique aqui e conheça o Programa BarrigaZero.

Compartilhe esse post:
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email